Diocese de Votuporanga


A Diocese

 

ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL DA DIOCESE DE VOTUPORANGA

Estimativa da população em 2016: 255.421 mil habitantes
População Católica: 179.006 mil
Área da Diocese: 7.695.4 Km² (sete mil, seiscentos e noventa e cinco km e 4 metros)
Número de Municípios: 25 municípios
Número de Paróquias: 30 paróquias
Regiões Pastorais: 05 regiões pastorais

 

MUNICÍPIOS PERTENCENTES A DIOCESE DE VOTUPORANGA

Álvares Florence, Américo de Campos, Buritama, Cardoso, Cosmorama, Floreal, Gastão Vidigal, Lourdes, Macaubal, Magda, Monções, Nhandeara, Nova Luzitânia, Parisi, Paulo de Faria, Planalto, Pontes Gestal, Riolândia, Sebastianópolis do Sul, Tanabi, Turiúba, União Paulista, Valentim Gentil, Votuporanga e Zacarias

 

BREVE HISTÓRICO

Em Agosto de 2009, atendendo ao pedido e anseio do povo da região de Votuporanga, Dom Paulo Mendes Peixoto, bispo diocesano na época, nomeou uma comissão de estudos constituída pelos Padres Edemur Jose Alves, Carlos Rodrigues dos Santos e Gilmar Antônio Fernandes Margotto. Primeiramente estes Padres buscaram o auxílio do Padre Synval Januário da diocese de Catanduva que ofereceu os dados ordenados conforme relação de itens fornecidos pela Nunciatura Apostólica no Brasil.

A comissão fez levantamento e apresentou dados estatísticos da religião e da história civil da região de Votuporanga e seu potencial econômico. Assim, como as condições pastorais, mapeamento e relação das paróquia, cidades, população e extensão. Esta comissão, juntamente com Dom Paulo, visitou pessoalmente o Arcebispo Metropolitano Dom Joviano de Lima Júnior e todos os Bispos da Província, além do Presidente do Regional Sul 1 da CNBB, Dom Nelson Westrupp. Todos deram parecer favorável a criação da Diocese de Votuporanga. Contou, ainda, com a anuência do bispo da diocese de Jales, Dom Luiz Demétrio Valentini, permitindo que a Paróquia São Sebastião da Cidade de Cardoso passasse a integrar o território da nova circunscrição eclesiástica a ser criada com sede em Votuporanga.

Concluído o relatório, Dom Paulo Mendes Peixoto fez o pedido oficial ao Santo Padre, o Papa, colocando as motivações para a Ereção de uma Diocese, com sede na cidade de Votuporanga, apresentando o desenvolvimento demográfico e social da região, o anseio da população votuporanguense e da região; a distância das Paróquias em relação a sede, o que dificulta o desenvolvimento e a integração pastoral, a plena capacidade espiritual da região, social e econômica para ser constituída em Igreja Particular e a perspectiva de um progresso maior, sobretudo espiritual, propiciado pela atuação mais presente e mais direta do Bispo Diocesano.

O pedido oficial e o Relatório foram entregues pessoalmente ao Núncio Apostólico no Brasil Dom Lorenzo Baldisseri, por Dom Paulo Mendes Peixoto juntamente com a comissão constituída no dia 24 de agosto de 2010. A Nunciatura pediu para fazer algumas modificações e mais 5 cópias para ser entregues na Santa Sé. Novo relatório foi apresentado no dia 22 de novembro de 2010. Posteriormente houve contato direto da Nunciatura com Dom Paulo e nos últimos anos com Dom Tomé até a criação da Diocese no dia 20 de julho de 2016.

No tempo sagrado do “Jubileu Extraordinário da Misericórdia” e do “Ano Nacional Mariano”, aos vinte e dois dias do mês de outubro, do ano do Senhor de dois mil e dezesseis, sendo Sumo Pontífice Sua Santidade o Papa Francisco, na Igreja Catedral, em Votuporanga, Estado de São Paulo, Brasil, às 16h00, em Solene Concelebração Eucarística, sob a presidência do Exmo. e Revmo. Sr. Dom Moacir Silva, DD. Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, subdelegado do Exmo. Revmo. Sr. Dom Giovanni d’Aniello, DD. Núncio Apostólico, com a presença do Emmo. Revmo. Sr. Dom Orani João Tempesta, DD. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom José Reginaldo Andrietta, DD. Bispo de Jales, Dom Tomé Ferreira da Silva, DD. Bispo de São José do Rio Preto, de outros Arcebispos e Bispos, com o presbitério da nova diocese e outros sacerdotes provenientes de diversas Igrejas Particulares, Diáconos, Religiosos, Seminaristas e numeroso número de leigos, com a distinta participação de Deputados, Prefeitos, Vereadores e outras autoridades Civis e Militares,  foi instalada a diocese de Votuporanga, criada  por Sua Santidade, o Papa Francisco, em vinte de julho do ano em curso, com território desmembrado das Dioceses de São José do Rio Preto e Jales, tornando-se sufragânea da Arquidiocese de Ribeirão Preto, SP.

Foi dada a posse canônica como Bispo Diocesano de Votuporanga ao Exmo.  Revmo. Sr. Dom Moacir Aparecido de Freitas, natural de Ibirá, portador do RG 11.776.606-9 e CPF 044.474.498-38, ordenado sacerdote em onze de dezembro de 1987, em Urupês, SP, por Dom Constantino Amstalben, e  nomeado Bispo Diocesano de Votuporanga – SP, no dia 20 de julho de 2016, por Sua Santidade o Papa Francisco, ordenado bispo em 11 de outubro de 2016, em Ibitinga – SP, por Sua Excia Revma. Dom Paulo Cezar Costa, DD. Bispo Diocesano de São Carlos, SP, Dom Moacir Silva, DD. Arcebispo de Ribeirão Preto, SP, e Dom Airton José dos Santos, DD. Arcebispo de Campinas, SP.

Seguindo os ritos determinados pela Igreja, o ato da Posse Canônica de Dom Moacir Aparecido de Freitas como Bispo da Diocese de Votuporanga, de acordo com o cân. 382 § 3º e 4º do Código de Direito Canônico, ocorreu depois de apresentado aos presentes os documentos apostólicos, sendo a leitura realizada pelo Revmo. Sr. Padre Júlio César Sanches Lázaro, Chanceler da Diocese de São José do Rio Preto,SP,  na presença do Exmo. Revmo. Sr. Dom Moacir Silva, DD. Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, arcebispos e bispos, presbíteros, diáconos, religiosos e leigos presentes. Em seguida, Dom Moacir Aparecido de Freitas recebeu a saudação dos presbíteros e de outros representantes dos fiéis da Diocese. Ato contínuo, seguiu-se a Solene Concelebração Eucarística.