Diocese de Votuporanga


Paróquia São Bento
Fundada em: 01/09/1977

Rua Ivaí, nº 3086
Vila Marin
15500470
Votuporanga

17-3421-6220
igrejasbentovotuporanga@gmail.com
->Facebook link


Pároco:
Carlos Rodrigues dos Santos

Missas

Quinta-feira: Santa Missa às 19h.

Sábado: Santa Missa às 19h.

Domingo: Santa Missa às 7h30 e às 19h.

Atendimento

Atendimento da Secretaria Paroquial
Segunda a Sexta-feira das 8h às 11h e das 13h às 17h30.
Aos sábados das 8h às 11h.

Capela São José
Rua Copacabana, nº 4256 Jardim Planalto - Votuporanga/SP

Missas:

Quarta-feira: Santa Missa às 19h.

Domingo: Santa Missa às 9h.



História da Paróquia São Bento

Em 1949 o Padre João Schultewolter era Vigário da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Votuporanga, dotado com grande perspicácia e senso prático, já observa que a Vila Marin, estava desenvolvendo-se para ser futuramente Paróquia. Logo se iniciaram as campanhas para construir a Capela de São Bento e dentro de poucos meses estava inaugurada. O povo ajudou com grande generosidade e ficou grato pela regular assistência religiosa na Vila Marin. A 1ª missa celebrada na Capela de São Bento foi em maio de 1950. A então Capela de São Bento foi erigida a Paróquia em 01 de setembro de 1977, pelo Exmo. Revmo. Dom José de Aquino Pereira, assim desmembrado da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, alcançando o tão sonhado objetivo. Em 01 de março de 1982, decidiu-se pela demolição das dependências Paroquiais para a construção do salão paroquial, casa paroquial, do conjunto de catequese e da nova Igreja. O Padre juntamente com a comunidade resolveu pedir ajuda do Auxílio do Adveniat – Alemanha, o pedido foi enviado e aceito, já que os recursos eram pouco para a obra. Em abril de 1985 foi inaugurada com muita alegria e participação dos fiéis a nova capela do santíssimo, inauguração deu-se na quinta-feira Santa, com missa e logo após a vigília ao Santíssimo Sacramento. A comunidade sentia a necessidade de um templo maior onde pudesse abrigar mais fiéis, a antiga Capela foi demolida e uma nova foi construída ao seu lado um grande salão que serviria para abrigar as quermesses, sendo posteriormente utilizado para as celebrações eucarísticas devido ao grande número de fiéis. O conselho paroquial juntamente com o conselho de obras decide ampliar as obras Paroquiais aumentando o Templo. Ao lado foi construído a Casa Paroquial, bem como um salão para eventos. Em 1991 foi adquirido o terreno para a construção da Capela de São Benedito e Nossa Senhora de Fátima. Em 1998 concluem-se as obras do salão e casa paroquial. No dia 31 de janeiro de 1999 foi desmembrada a Capela de São Benedito e Nossa Senhora de Fátima e elevada a Paróquia. Mais uma grande conquista, realizamos no ano de 2000 com recursos próprios (vindos de quermesses, leilões de gado e móveis, coletas e dízimos) aquisição de um terreno com 1000m 2 localizado na Rua Tocantins, para futura construção do Centro de Pastoral, para bem atendermos, formações, cursos, reuniões e, sobretudo para catequese paroquial. Durante os anos de 2006, 2007 e 2008, torna-se realidade um sonho antigo. Um local onde se pudessem acolher, confortavelmente as crianças da Catequese, é construído o Centro de Pastoral, prédio com 970m 2 de construção. Em setembro de 2009 com celebração Eucarística inauguramos o Centro de Pastoral, contendo 08 salas, auditório para 135 pessoas, capela, cozinha, refeitório, banheiros, salas de vídeo e TV. A Paróquia adquiriu por volta dos anos 1984/86, três terrenos medindo 1650 m 2 , na Rua Copacabana, no mês de outubro de 2010 iniciaram a obra da Capela de São José que atenderá uma comunidade que se encontra bem distante da Igreja Matriz. No dia 28 de janeiro de 2012 as 19h30 é inaugurada a Capela de São José com a presença do Exmo. Revmo. Dom Paulo Mendes Peixoto, e aproximadamente 700 fiéis.
No dia 11 de julho é celebrado o dia de São Bento, iniciando com Tríduo nos dias 08, 09 e 10, e no dia 11 em honra ao padroeiro é realizado a procissão e a Santa Missa as 19h.Todos os anos, nos meses de junho e julho, realizamos quermesse e leilão de gado, tendo como finalidade a confraternização da comunidade e a angariação de recursos para custear despesas com construções. A comunidade se une para os trabalhos que resultam numa bonita festa com a participação de pessoas de toda a cidade.