Diocese de Votuporanga


Paróquia Divino Espírito Santo
Fundada em: 11/10/1991

Avenida Carlos Gomes, nº 1071
Centro
15260-000
Planalto

18-3695-1265
paroquiaplanalto@hotmail.com
->Facebook link


Pároco:
Denival Marques de Andrade

Missas

Matriz

Sábado: Santa Missa às 20h.

Domingo: Santa Missa às 9h30 e às 19h.


Capela Nossa Senhora Aparecida (União Paulista)

Quinta-feira: Santa Missa às 19h.

Domingo: Santa Missa às 18h.

Atendimento

Atendimento da secretaria paroquial:

Terça-feira: Das 8h às 11h e das 13h às 17h.

Quinta-feira: Das 8h às 11h e das 13h às 17h.

Sábado: Das 8h às 11h.


HISTÓRIA DA PARÓQUIA DIVINO ESPÍRITO SANTO:

Conta-se que por volta do ano de 1900, um grupo de pessoas oriundas de várias cidades da região, entre elas Olímpia, Bebedouro, Pontal, Cravinhos, Jaboticabal, Sertãozinho, Tambaú entre outras, chegaram aqui incentivadas pelas notícias de que o lugar era muito promissor. Famílias de fé e na sua maioria cristãs levantaram um cruzeiro de madeira tosca que constituiu o início do povoado que recebeu o nome de Lagoa, talvez pelo fato de existir no local uma grande lagoa com barro próprio para o fabrico de tijolos.
Em 1907 o povoado foi elevado a Distrito de Paz com o nome de Avanhandava, pertencendo ao município de São José do Rio Preto. Em 1914 com a criação do Município de Monte Aprazível o Distrito de Avanhandava incorporou-se a Ele. Em 1925 o Distrito passou a chamar-se São Jerônimo. Neste espaço de tempo conta-se que já existia no local uma pequena Capela construída pela população, uma construção pequena com piso de madeira, altar também de madeira, ornada com várias imagens, coberta de telha comum e com uma sacristia ao fundo. Esta Capela era cuidadosamente zelada pelos moradores. Conforme se sabe esta primeira Capela já tinha como padroeiro o Divino Espírito Santo, porém não foi possível precisar como se deu a escolha do padroeiro.
Por volta do ano de 1942, mais ou menos conforme fomos informados por pessoas idosas aqui residentes, o Bispo de Rio Preto, Dom Lafaiete Libânio, acompanhado por vários padres, presidindo a celebração da Santa Missa,lançou a pedra fundamental da nova Igreja Matriz. Com relação à escolha do local para a construção da nova Matriz ninguém soube precisar o motivo onde ela se encontra, pode ser que porque ali do lado já existia a antiga capela que citamos. Assim, todos os moradores se empenharam em colaborar com a construção da nova Igreja, promovendo festas (quermesses) que na época eram concorridas e animadas, com diversas barracas, leilão de prendas, bandas de música e outras atrações. No ano de 1943 conforme vemos na foto publicada no Resumo Histórico-Fotográfico de todas as Paróquias da Diocese de Rio Preto a Igreja Matriz já se encontrava com as paredes erguidas na altura de colocar as janelas atuais. Conforme relatos no ano de 1944 a Igreja já estava sendo madeirada para depois ser coberta. Lembramos que pelo menos uma vez por mês era aqui celebrada a Santa Missa, presidida pelo Pe. Humberto da Paróquia de Nipoã. O povo também se reunia para a reza do terço. Em 1945 o Distrito passou a chamar-se Planalto.
O primeiro casamento realizado no novo templo, ainda por terminar ocorreu no dia 10/09/1948 assistido pelo Pe. Regino da Paróquia de Buritama, os noivos: Laura Gonçalves e João Lopes Marques.
Como já citamos além dos Padres Humberto e Regino lembramos também dos Padres: Pedro de Nipoã, Frei Marcelo Maninha de Buritama, também de Buritama Padres José Maria Montesor, LadyslauMusial, Pe. Ayrton Anuar Ibrahim, Pe. José Viana Arraes que respondeu pela Paróquia de Nipoã e assim aqui atendeu como Capela já que esta estava ligada a Paróquia de Nipoã.
Depois de algum tempo parada, as obras da atual Matriz foram concluídas, com a construção da torre central, escadas internas da mesma e também a aquisição e instalação do relógio na mesma, aqui também vale registrar que foram feitos o forro e a pintura do mesmo. Por fim já bem perto de nós se fizeram as reformas do altar e do piso como também a troca do forro, dando o aspecto que a nossa Matriz ainda conserva hoje. Muitas foram às famílias que colaboraram e fizeram doações e também trabalharam e continuam trabalhando para a manutenção do nosso Templo. Lembramos também aqui a construção da atual casa paroquial que ainda serve como tal. Em registro recente que se encontra nos arquivos da Paróquia encontramos nomes de pessoas e famílias que colaboraram para a construção da Igreja e também muito colaboraram para a vida religiosa da Paróquia.
No ano de 1991, mais precisamente no dia 11/10 Dom José de Aquino Pereira Bispo de Rio Preto Criou por Decreto a Paróquia do Divino Espírito de Planalto, desmembrando-a da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida de Nipoã. No dia festivo de Nossa Senhora Aparecida do mesmo ano (12/10/1991), Dom José de Aquino Pereira instalou a Paróquia do Divino Espírito Santo de Planalto, para a grande alegria desta porção do povo de Deus que sempre aspirou esta conquista. Com a criação e instalação nomeou também o primeiro pároco: Pe. Amarildo Carreta que deveria atender também a Capela do Senhor Bom Jesus na cidade de Zacarias a ela anexada. Pe. Amarildo Carreta permaneceu na Paróquia até novembro de 1993, a partir de então respondeu pela Paróquia até 20/05/1994 Pe. Francisco Rodrigues de Souza, de 20/05/1994 até 02/11/1999 foi nomeado como Administrador Paroquial Pe. Jesus Rosado Coelho, a partir desta data passou a responder pela Paróquia Pe. Luís Carlos de Moraes Pinheiro até 15/05/2001, a partir de então assumiu como Administrador o Pe. Jesus Rosado Coelho até 02/06/2001, desta data até 02/03/2002 respondeu pela Paróquia Pe. Márcio Roberto Martins dos Santos como Administrador Paroquial. De 02/03/2002 até 10/04/2010 Pe. Aparecido Roberto de Souza esteve como Pároco de Planalto e Administrador Paroquial de Zacarias. Pe. Aparecido Donizete Bianchi foi nomeado Pároco da Paróquia Divino Espírito Santo e Administrador Paroquial de Zacarias no dia 16/04/2010 até 16/04/2011. A partir desta data 16/04/2011 Pe. Mauro Ziati Pereira de José Bonifácio assumiu a função de Administrador Paroquial da Paróquia de Planalto e Zacarias em função da impossibilidade do Pe. Donizete, a partir de então até 02/09/2011, Pe. Rubens Carlos Severino Sobrinho atendeu pastoralmente as Paróquias de Planalto e Zacarias. No dia 02/09/2011 assumiu a Paróquia do Divino Espírito Santo de Planalto e Senhor Bom Jesus de Zacarias o Pe. Denival Marques de Andrade, permanecendo até o momento como Administrador Paroquial da Paróquia do Divino Espírito santo de Planalto.
Devemos ressaltar que no ano de 2007, mais precisamente dos dias 21 ao dia 28 do mês de setembro aconteceu na Paróquia a Grande Semana Missionária, a muito esperada pelos paroquianos, com grande envolvimento de todos e viva participação da comunidade.
No ano de 2016 a nossa comunidade celebrou 25 anos de criação da nossa Paróquia, com uma extensa programação e movimentação e grande alegria (novena do padroeiro, procissão festiva e também a confraternização entre os paroquianos), visando viver intensamente neste Ano da Misericórdia este grande presente de Deus para cada um de nós.
Com a criação e instalação da Diocese de Votuporanga foi anexada a paróquia a Capela Nossa Senhora Aparecida do Município de União Paulista.

Outros dados pertinentes:
Salão Paroquial em uma área de 25 metros de frente por 50 metros de fundo 1.250 m2 (onde se encontra construído o escritório paroquial, uma sala para catequese, banheiros, cozinha e a casa paroquial que está desativada). A Igreja Matriz na praça central tem 390,34 m2 de área construída, a paróquia também possui um lote de 12,50 metros de frente por 38,00 metros de fundo 475 m2 para a construção da casa paroquial.

CAPELA NOSSA SENHORA APARECIDA

A Capela Nossa Senhora Aparecida, se localiza na cidade de União Paulista/SP.
União Paulista foi fundada pelo Senhor Martiniano Antônio Rodrigues, nascido na cidade de Vila Duarte. Estabeleceu-se na região com sua família, a esposa e quatro filhos por volta de 1.924, onde construiu sua casa de tijolos as margens do Ribeirão Santa Bárbara. Em 23 de agosto de 1928, ele doou cerca de 150 mil metros quadrados de terreno da sua propriedade e aí fundou um povoado com o nome de União. A terra propícia para o plantio acabou por atrair outras famílias que para ali se dirigiam a fim de explorar o local. Em 1933 a vila teve construída a sua primeira capela, sendo a padroeira escolhida Nossa Senhora Aparecida. A missa de inauguração e benção da capela foi celebrada pelo Padre Fidelles no dia 1º de fevereiro de 1933.
O povoado foi elevado a Distrito no ano de 1951 pertencendo ao município e Comarca de Monte Aprazível com o nome de Vila União. Devido ao progresso do distrito, este foi elevado a Município no dia 28 de fevereiro de 1964, por meio da Lei Estadual n° 8.092 com o nome de União Paulista. Comemora-se a data festiva da emancipação no dia 21 de março de 1965 com a instalação do Município.
Em 1955 por já ser pequena para a demanda dos moradores e fregueses a 1ª capela foi demolida e no seu lugar foi construída pelo Senhor Manuel Flores (construtor) uma Igreja maior que atendesse assim a crescente demanda, tendo sempre como padroeira principal Nossa Senhora Aparecida.
Com o passar do tempo a Capela foi anexada à Paróquia Santo Antônio de Pádua de Poloni/SP. Pela comunidade passou o Pe. João Carta, o Pe. Fernandes, Pe. Olegário, Pe. Francisco, os Padres da Comunidade Providência Santíssima de Mococa, Pe. Vanderlei e o Pe. Marcos.
Com o passar do tempo a necessidade de um templo maior para acomodar os fiéis foi se tornando realidade, Pe. Paulo da Comunidade da Providência Santíssima então padre em Poloni atendendo a comunidade viu que era chegado o momento de construir um novo templo. Conversou com a comunidade (os paroquianos) e a comissão administrativa na pessoa do Gumercindo e demais membros e resolveram construir um novo templo. Procuraram então o Sr. Ademir Magri (construtor) e começaram a traçar os planos, buscar o engenheiro e se organizarem para demolição da antiga Igreja, era o ano de 2.000. Demoliram a antiga Igreja e começaram a fazer campanhas para a construção da nova. A ideia foi abraçada pela comunidade e todos colaboraram como podiam para a construção da nova. Trabalhando em sistema de mutirão (sábado domingo e feriado) foi com alegria vendo a Igreja tomar forma, quanto trabalho, quantas doações e por fim o belo templo foi concluído no ano de 2011.
Fruto de doações, de lutas e de muito trabalho, hoje a comunidade se orgulha do belo templo que construíram. O templo hoje pronto nos mostra como que se a comunidade trabalhar unida é possível vencer os obstáculos e concretizar os sonhos.
Quando da criação da Diocese de Votuporanga no ano de 2016, a Comunidade se desligou da Diocese de São José do Rio Preto e consequentemente da Paróquia Santo Antônio de Pádua de Poloni e foi anexada a Paróquia Divino Espírito Santo de Planalto/SP, passando a ser atendida pelo Pe. Denival Marques de Andrade.

Dados técnicos importantes:
Área construída da Igreja: Aproximadamente 750 m2.
Área construída do Salão Paroquial: Aproximadamente 780 m2, fechado e climatizado.
A comunidade possui ainda um lote para construção de salas de catequese e futura casa paroquial de 340 m2 (17 metros X 20 metros).